Disque Denúncia oferece recompensa por informações sobre quem matou PM na Serrinha; PM faz operação na região

O Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 5 mil para quem der informações que levem à prisão dos assassinos do policial militar Cleiton da Costa Sales. O tenente, de 31 anos, foi morto na quinta-feira (18), durante uma operação para a retirada de barricadas no Morro da Serrinha, em Madureira, na Zona Norte do Rio.

A Polícia Militar faz, nesta sexta-feira (19), uma nova operação do Morro da Serrinha. Pelo menos dois blindados circulavam por becos e ruas da favela. Homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) também participam da ação. O patrulhamento foi reforçado na Avenida Ministro Edgar Romero, uma das principais do bairro, paralela à comunidade.

Na ação de quinta-feira, foram apreendidos 402 munições de calibres variados e 16 tabletes de maconha.

Segundo a PM, o tenente Cleiton é o 23º policial morto este ano, no Rio. Ele vai vai ser enterrado na tarde desta sexta-feira (19), no cemitério Jardim da Saudade de Paciência, na Zona Oeste.

Na ação de quinta-feira, os colegas do tenente fizeram de tudo para salvar o policial. Eles correram com o policial no ombro, em meio aos tiros disparados por criminosos. O tenente foi levado para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na Zona Norte. Mas não resistiu aos ferimentos.

O policial deixa mulher e um filho.

Decisão do STF libera operações só em casos ‘expecionais’

No início de junho, o STF, proibiu, em decisão liminar (provisória), a realização de operações policiais em comunidades do Rio durante a pandemia do novo coronavírus.

A decisão, no entanto, permite operações somente em “hipóteses absolutamente excepcionais”, sem exemplificar quais seriam.

Nesses casos, serão necessárias justificativas por escrito — com comunicação imediata ao Ministério Público (MP-RJ). O órgão é o responsável pelo controle externo da atividade policial.

Na ação desta quinta-feira (18), a PM informou que os policiais estavam na comunidade tentando estabilizar a situação para remover os obstáculos das vias públicas e que houve confronto na região. Disse ainda que essa era uma operação previamente planejada, na qual foram adotadas as medidas previstas na decisão do STF.

Fonte: G1

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by