Vuco-vuco! Polícia investiga sexo entre policiais militares dentro de UPP

Rio – A Polícia Militar abriu um procedimento interno para apurar denúncias de que um comandante e uma subordinada teriam tido relações sexuais dentro de um alojamento de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Na denúncia, um oficial conta que sua ex-mulher, que era lotada como praça na unidade, mantinha relações com o superior há quase um ano.

Ainda de acordo com a denúncia, os atos sexuais teriam sido ouvidos por outros policiais que estavam de serviço na UPP. O relato informa, também, que a policial tinha privilégios, entre eles, o de deixar de comparecer em serviço ou de não usar fardas em algumas ocasiões.

A Polícia Militar vai investigar a denúncia e terá 40 dias, que poderão se prorrogados por mais 20, para identificar se houve crime ou transgressão disciplinar.

Fonte: Meia Hora

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by