Prefeitura do Rio libera aulas presenciais, mas governo diz que vai prorrogar a suspensão

Rio – Autorizadas a retomar parte das aulas presenciais a partir desta semana, as escolas particulares do Rio, em sua maioria, permaneceram fechadas nesta segunda-feira – e deverão continuar sem receber alunos ainda por alguns dias. Estava previsto, de maneira facultativa, o retorno de alguns anos nas escolas particulares do  4°, 5°, 8° e 9° ano.

Entre as razões, estão incertezas sobre a validade do decreto autorizativo do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), uma disputa jurídica, uma greve de professores e receios de responsáveis pelos colégios e dos próprios pais de alunos em meio à pandemia.

Já o Governo do Estado, afirmou que irá prorrogar a suspensão da aulas presenciais. Procurado, o órgão respondeu que assim que a Secretaria de Saúde informar que haverá condições de voltar, será iniciado o protocolo de 15 dias para a retomada das aulas presenciais nas unidades escolares fluminenses, sejam elas públicas ou privadas.

A pasta ressaltou ainda que vem trabalhando junto com um Comitê de Especialistas desde o início do isolamento, avaliando e elaborando esta volta às aulas presenciais.

Procurada para falar sobre o caso, a prefeitura disse que a autorização para a retomada das aulas presenciais é da parte da Vigilância Sanitária, a que cabe à Prefeitura do Rio. Disse ainda que em relação à volta das aulas na rede pública de ensino do município do Rio, ainda não há uma data prevista.

 “O prefeito Marcelo Crivella já declarou em coletivas que as datas publicadas no Diário Oficial são apenas previsões que podem ser alteradas, de acordo com o monitoramento das curvas de contágio da covid-19, analisadas pelo comitê científico da prefeitura”, finalizou.

Fonte: O Dia

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by