Jornal Povo

De Sergipe à Europa em um ano, Neto Borges, reforço do Vasco, encantou em jogo-treino: “Os suecos não olhavam mais nada”

O lateral-esquerdo Neto Borges, de 23 anos e natural da Saubara-BA, está próximo de ser oficializado como quinto reforço vascaíno para a disputa do Brasileiro. Chegou ao Rio na sexta-feira, fez exames e passará por outros antes de assinar com o Vasco, o que deve ocorrer entre segunda e terça.

Ao se deparar com algumas características físicas, o torcedor vascaíno pode intuir: com 1,84m e 84kg, Neto só pode ser um lateral defensivo. Certo? Errado. O Jornal Povo conversou com três profissionais que acompanharam de perto a trajetória relâmpago que levou o atleta de Sergipe à Suécia em pouco menos de um ano: Júlio Rondinelli, Junior Chávare e Waguinho Dias. Todos o receberam no Tubarão-SC, em 2017. E o trio concorda que a principal correção no futebol do atleta foi atuando na linha de trás.

Confira abaixo rápidos passos dados por Neto de Sergipe à Suécia em 2017:

A chegada de Borges ao Tubarão: uma camisa de manga longa apenas e salário paupérrimo

Gerente de futebol que recebeu Neto Borges no Tubarão-SC, Júlio Rondinelli conheceu o atleta em fevereiro de 2017, quando ainda defendia o Boca Júnior, de Sergipe. Júlio estava sem clube e viajou para Aracaju, capital sergipana, para observar jogadores.

Em maio, Rondinelli chegou ao Tubarão e poucos meses depois, ao saber que Neto Borges estava livre no mercado após se desvincular do também sergipano Itabaiana, o contratou.

– Chegou em Santa Catarina com uma camisa de manga comprida fina. Era mais quente que ele tinha e inicialmente estranhou muito o frio. Compramos algumas roupas para ele e algumas coisas que pudesse mantê-lo aquecido porque o inverno era rigoroso. O contratamos para ser o segundo lateral-esquerdo. Veio receber salário irrisório, um pouquinho acima do salário mínimo. E você via muita vontade e muito profissionalismo no atleta – relembra Julio, hoje gerente da Penapolense-SP.

Confira abaixo Neto falando das próprias características em sua apresentação:

Correção defensiva feita pelo técnico Waguinho Dias

Julio cita que ainda em Sergipe saltaram aos seus olhos a técnica, a condução de bola colada ao pé esquerdo e os bons cruzamentos de Neto. As dificuldades defensivas, porém, também foram observadas. Aí entra a figura de Waguinho Dias, treinador do Tubarão à época.

Com as informações a respeito da deficiência, Waguinho apostou na contratação em função da qualidade ofensiva e do biotipo de Neto, forte fisicamente. Evitou bater papo com o atleta sobre eventuais acertos antes de vê-lo em ação. Após os primeiros treinos, o problema foi confirmado, e ambos se dedicaram a acertar isso.

– Ficava totalmente perdido e mais corria atrás dos atacantes do que ficava bem posicionado. As bolas defensivas e a cobertura atrás ele não sabia fazer. Logo nos primeiros treinos aconteceu de levar bolas nas costas, não fazia a cobertura. Faziam tabelas muito fáceis em cima dele. E aí comecei a orientá-lo sobre espaço, situação de tempo de bola e de entendimento junto com o atacante que o ataca pelo lado dele e com o zagueiro para quem faria a cobertura – explica Waguinho, hoje também na Penapolense.

Com muita repetição e treinamentos extras realizados a pedido do próprio Neto e estimulados por Waguinho, a evolução se deu rapidamente.

– Falei que primeiramente ele teria que entender e depois treinar. Ele fazia isso. Terminava o treino, nós posicionávamos alguns atletas, enfiávamos bolas, fazíamos viradas de jogo para que ele cobrisse. Fazíamos sempre uma linha de quatro, e ele fazia a cobertura. Terminava o treino, ele pedia para que ficasse jogando bolas para ele tirar de cabeça, fazer antecipação e a cobertura dos zagueiros. Sempre cobrindo e cabeceando.

Com os acertos defensivos associados à boa condição ofensiva, Neto se tornou referência dentro do plantel de Waguinho Dias.

– Ele tem estatura, força e velocidade. Conseguiu corrigir os erros atrás. Na frente já tinha as condições e habilidades necessárias. Então ganhamos um cara que sabia defender e marcar, porque é forte e rápido, e que chegava com velocidade e força na frente. Além disso, os cruzamentos dele eram bons. Terminava o treino sempre aperfeiçoando atrás.

O tal jogo-treino: “Em 15 minutos, os suecos não olhavam mais nada”

Contratado pelo grupo de investimento que colocava dinheiro no Tubarão para fazer a gestão do clube, Junior Chávare, hoje coordenador das divisões de base do Atlético-MG, foi outro a destacar o quão Waguinho foi importante para Neto Borges.

– Tinha uma estatura muito importante, características ofensivas muito interessantes, mas um pouco de dificuldade na linha defensiva, o que foi brilhantemente trabalhado pelo Waguinho Dias. Isso nos chamou atenção. Em 30 a 45 dias depois da chegada dele, havia uma evolução nítida na questão da compreensão tática – recorda Chávare.

Tão rápido quanto o crescimento de Neto foi o tempo necessário para encantar os suecos do Hammarby. Empresário que à época representava o clube europeu no Brasil, Rogério Braun levou os gringos ao Tubarão para acompanhar todo o plantel da equipe, que fazia um bom papel em âmbito local.

Neto Borges defendeu o Hammarby após se destacar no Tubarão — Foto: Carina Ávila
Neto Borges defendeu o Hammarby após se destacar no Tubarão — Foto: Carina Ávila

O curioso é que àquela altura, em novembro de 2017, Braun havia os conduzido para uma observação em países da América do Sul, e os suecos acabavam de assistir à semifinal da Libertadores, entre Grêmio e Barcelona. Mal imaginariam que encontrariam seu reforço num modesto clube como o Tubarão.

Assistiram a umas atividades, mas o encantamento veio em jogo-treino entre profissionais e o time sub-20 do Tubarão. Precisaram de pouco tempo para definirem o alvo e a contratação que sacramentaram no fim do mês seguinte.

– Nesse jogo-treino ele foi absurdamente feliz. Conseguiu fazer uma das melhores apresentações dele com a camisa do Tubarão. Ele tinha um nível de participação muito elevado, mas nesse jogo ele foi brilhante. Durante o jogo-treino, com 15 ou 20 minutos de jogo-treino, eles não olhavam para mais nada. Só olhavam para o Borges (risos) – diverte-se Chávare.

Campeão da Copa Santa Catarina, Borges foi vendido em 21 dezembro de 2017, em operação feita em parceria entre seu antigo representante (Marcelo Bonfim) e Braun, que hoje é um de seus dois empresários.

Reforço do Vasco, Neto Borges foi vendido pelo Tubarão após título da Copa Santa Catarina — Foto: Divulgação/Comunicação CA Tubarão
Reforço do Vasco, Neto Borges foi vendido pelo Tubarão após título da Copa Santa Catarina — Foto: Divulgação/Comunicação CA Tubarão

Pronto para defender o Vasco, opinam Waguinho e Chávare

Waguinho Dias acredita que, após as passagens pelo Hammarby e Genk-BEL, atual detentor de seus direitos e clube que o emprestará Neto Borges ao Vasco, o lateral-esquerdo volta amadurecido e em condições de fazer sucesso na Colina.

– Com dois anos de Europa, deve ter aprendido muito mais ainda na parte tática, a se organizar. Acho que está pronto para estar no Vasco, na Série A do Brasileiro – atestou Waguinho.

Chávare faz coro a Waguinho e aposta que, com o passar do tempo, Neto Borges se transformará em peça importante dentro do Vasco.

– Ele tinha um futebol “in natura”. Os últimos dois terços do campo ele dominava perfeitamente. Chegou, se adaptou bem à equipe, tomou conta da posição. Acredito que tem muita chance de se firmar no Vasco. É questão de adaptação, de um pouco de paciência com ele na América do Sul e em especial no Brasil. Mas acredito que o Vasco está fazendo uma grande contratação – concluiu.

Seja Sócio Gigante agora!

Fonte: GloboEsporte

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.