A VOZ DO POVO – Ainda há muito a ser feito em Nova Iguaçu

ESCOLA NO MEIO DO NADA

A Escola Municipal de Adrianopólis, distrito de Nova Iguaçu, fica no meio do nada, num lugar longe de tudo. De acordo com relatos, os professores lá ganham por difícil acesso. Não chega transporte público na localidade, e por conta disso, alguns deles precisam andar a pé por mais de 15 minutos até chegar na unidade de ensino. E nesse trajeto não há nenhum tipo de segurança, mal há iluminação.

A escola fica a 15 minutos a pé da avenida principal

O ônibus escolar da prefeitura leva os alunos para escola, mas quem mora por ali conta que não há regularidade do serviço. Além disso, as merendeiras já foram demitidas por conta da pandemia do novo coronavírus e os porteiros só não foram demitidos ainda porque estão fazendo trabalho de vigia para cumprir horário.

Cadê a Secretaria de Educação? Cadê a Secretaria de Infraestrutura? O programa Segurança Presente é só no centro de Nova Iguaçu? Fica aqui as perguntas que a população da periferia faz.

SE ESTÁ PRONTO, POR QUE NÃO ENTREGA?

Lá em Santa Rita, também em Nova Iguaçu, tem um espaço de academia popular aparentemente pronto, com os equipamentos ainda no plástico, prontos para serem usados. Mas aí eu pergunto: Qual é o motivo de não ter sido entregue à população?

Os equipamentos no plástico, tudo pronto, mas à população ainda não pode usar.

A resposta veio de quem mora lá mesmo: A academia popular está pronta, mas estão esperando o momento certo para o vereador que pediu a indicação legislativa ir lá inaugurar o espaço. E isso só deve acontecer lá para outubro, pertinho das eleições. Enquanto isso, fica como exposição para quem passa por ali.

Ah, a velha política…

QUE VERGONHA!

O Jornal Povo noticiou o caso da menina Adrielle Oliveira dos Santos Machado, de 11 anos, que sofreu discriminação de uma professora na escola onde estuda no bairro Tinguá, também em Nova Iguaçu, por ser portadora de paralisia cerebral. Mas esses não são os únicos problemas que ela enfrenta. O benefício por invalidez de Adrielle pelo INSS foi cortado, sem mais nem menos.

A família está correndo atrás na justiça para conseguir uma explicação sobre o que de fato aconteceu, mas até agora nada foi resolvido. Adrielle precisa trocar seus equipamentos de locomoção. A cadeira dela está quebrada, sua cinta estabilizadora está pequena. Esse dinheiro que ela parou de receber sem explicação ajudaria muito na vida e no tratamento dela.

Adrielle teve seu benefício cortado sem explicações.

Vamos seguir acompanhando o caso e cobrando respostas das autoridades competentes. Que seja resolvido o quanto antes!      

 

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by