Cinco filhos e neta de Flordelis são transferidos para Bangu

Rio – Cinco filhos e uma neta de Flordelis, presos nesta segunda-feira na casa da parlamentar, em Niterói, foram transferidos nesta tarde e estão em unidades prisionais do Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. Eles são acusados de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo.

Já Flordelis, não pode ser presa pela Polícia Civil porque tem imunidade parlamentar. Uma cópia do inquérito da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) será encaminhado para a Câmara dos Deputados. O procedimento poderá levar ao afastamento da parlamentar para que ela possa ser presa. Ela é apontada como a principal responsável pelo crime. 

Procurada pelo Jornal Povo, a Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro (Seap) confirmou a informação das transferências, mas disse que por questões de segurança, não pode divulgar em quais unidades estão os presos. Nenhum deles quis prestar depoimento. 

Alvos dos mandados de prisão desta segunda-feira:

. Adriano dos Santos Rodrigues (filho biológico): auxiliou no episódio da carta falsa

. Simone dos Santos Rodrigues (filha biológica): responsável pelos envenenamentos; buscou informações sobre uso de veneno na Internet

. André Luiz de Oliveira, o Bigode (filho adotivo e ex-marido de Simone): flagrado em conversas com Flordelis combinando envenenamento do pastor

. Carlos Ubiraci Francisco da Silva (filho adotivo): participou no planejamento da morte

. Marzy Teixeira da Silva (filha adotivo): cooptou Lucas para matar o pastor e também participou dos envenenamentos

. Rayane dos Santos Oliveira (neta): buscou por assassinos para as tentativas anteriores, inclusive, Lucas (PRESA EM BRASÍLIA)

. Marcos Siqueira Costa (ex-PM que esteve preso com filhos de Flordelis): PRESO EM 2019

. Andrea Santos Maia (mulher de Marcos): entrou em contato com a família, auxiliando na confecção da carta falsa elaborada por Lucas na prisão

. Flávio dos Santos Rodrigues (filho biológico): responsável pelos tiros que matou o pastor (PRESO EM 2019)

“Temos 11 pessoas respondendo criminalmente. Levando em conta que a família tem 55 pessoas, temos 20% de envolvidos. Todos eles têm uma participação que foram comprovadas no decorrer da investigação”, destaca o delegado Antônio Ricardo Nunes, chefe do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP).

Crimes apontados no assassinato:

. homicídio triplamente qualificado

. tentativa de homicídio

. falsidade ideológica

. uso de documento falso

. organização criminosa majorada (uso da violência)

O CRIME

O pastor Anderson do Carmo morreu na madrugada do dia 16 de junho do ano passado, quando havia acabado de chegar com a esposa, em Pendotiba. Ele foi alvo de vários tiros, na garagem da residência. O laudo da necrópsia apontou que o corpo do líder religioso tinha 30 perfurações de bala.

Na ocasião, Flordelis afirmou que o marido tinha sido morto durante um assalto. Ela disse que os dois estavam sendo seguidos por suspeitos em uma moto quando voltavam para casa.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by