Jornal Povo

Após denúncia sobre os ‘Guardiões do Crivella’, pedido de impeachment contra o prefeito será votado nesta quinta

Três dias após o grupo “Guardiões do Crivella” vir à tona, após a denúncia do “RJTV 2” de segunda-feira, a Câmara de Vereadores votará o pedido de abertura do processo de impeachment contra Marcelo Crivella. A votação será nesta quinta-feira.

Caso seja aprovado o início do processo de impeachment, na própria quinta-feira será sorteada a comissão de três membros que analisará as provas. E Crivella continuaria no cargo até o julgamento. Ele deverá ser notificado, tendo dez dias para se defender. Depois, serão até 90 dias corridos para a sessão de votação. Se a comissão não correr com o relatório, o primeiro e o segundo turnos das eleições municipais (15 e 29 de novembro) já terão ocorrido.

Depois de um parecer favorável da procuradoria da Casa, o presidente Jorge Felippe (DEM) decidiu levar ao plenário dois pedidos apresentados que denunciam a suposta prática de crimes que teriam sido cometidos pelo prefeito pela criação do grupo “Guardiões de Crivella”. Mas é preciso um quórum de 26 vereadores, e aprovação por 14 votos, para que o processo siga adiante. Além do pedido de afastamento, foi protocolada no Legislativo municipal a instalação de uma CPI para apurar as denúncias.

Procurada para explicar a atuação dos “Guardiões do Crivella”, a Prefeitura do Rio disse, por meio de nota, que “reforçou o atendimento em unidades de saúde municipais no sentido de melhor informar à população e evitar riscos à saúde pública, como, por exemplo, quando uma parte da imprensa veiculou que um hospital (no caso, o Albert Schweitzer) estava fechado, mas a unidade estava aberta para atendimento a quem precisava. A Prefeitura destaca que uma falsa informação pode levar pessoas necessitadas a não buscarem o tratamento onde ele é oferecido, causando riscos à saúde”.

Ontem, a Procuradoria Regional Eleitoral do Rio pediu que a promotoria Eleitoral investigue se Crivella cometeu ilícito eleitoral com a contratação dos servidores do grupo para atrapalhar a cobertura jornalística na área da Saúde.

Fonte: Jornal Extra

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.