Botafogo joga melhor, mas empata com o Corinthians em Itaquera

Dez entre dez alvinegros diriam que a principal dificuldade deste Botafogo é a construção. Não foi assim neste sábado. Contra o Corinthians, o time de Paulo Autuori foi mais organizado e inspirado em campo. Por isso, tem gosto tão amargo o empate em 2 a 2 que fez chegar a quatro o número de rodadas sem vitória do time no Campeonato Brasileiro.

Houve um susto logo aos 11 minutos, quando Fagner marcou em pênalti sofrido por Gustavo Mosquito. Por reclamar dessa marcação, Benevenuto recebeu o cartão amarelo. E ele até tinha motivo para se indignar, afinal, a penalidade pareceu um exagero da arbitragem.

Mas o contratempo não impediu que o Botafogo fizesse provavelmente sua melhor partida neste campeonato. Vários fatores contribuíram para isso, entre as boas exibições dos gringos Honda e Kalou e os desempenho sólido de Bruno Nazário, que empatou o duelo, aos 21, em cobrança de falta.

Depois do intervalo, o Corinthians não permitiu tantos espaços ao alvinegro carioca. Pelo contrário, tomou para si mais protagonismo. Teve boas chances com Jô, que parou na trave, e Otero, que deu trabalho para Gatito em falta de muito longe. Mas, como não fez, levou. Aos 29, Kalou marcou seu primeiro e belo gol com a camisa alvinegra, após trama de Rhuan pela esquerda.

Para infelicidade do time carioca, que até teve chances de ampliar a vantagem, o placar ainda se alteraria em Itaquera. Quando Otero marcou, o VAR apontou falta de Jô em Benevenuto. Mas o atacante corintiano se redimiria ao guardar o dele, já aos 47 minutos.

— É uma sensação mista, porque queríamos vencer hoje. Mas feliz por marcar — disse Kalou ao apito final.

Em 13º lugar na tabela, o Botafogo tem pela frente dois adversários desagradáveis: o Athletico-PR, fora de casa, na quarta-feira, e o clássico com o Vasco, no domingo que vem.

Fonte: Jornal Extra

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by