Fluminense quita 50% dos salários dos jogadores referentes a julho

Fluminense quitou, nesta sexta-feira, 50% dos salários dos jogadores referentes ao mês de julho. Restam, agora, a outra metade, além dos vencimentos de agosto e os direitos de imagem dos últimos três meses (junho, julho e agosto).

Além disso, o clube também informou que pagou mais 20% dos salários dos funcionários CLT (totalizando 50%, uma que haviam recebido 30% no final de agosto) e 50% dos funcionários PJs (Pessoa Jurídica) – também relativos ao mês de julho. Desta maneira, ainda estão em aberto a outra metade de julho e agosto completo.

A atual diretoria, comandada pelo presidente Mário Bittencourt, assumiu o cargo em junho do ano passado com dois meses e meio de atraso de pagamentos e vem buscando regularizar a dívida com jogadores e funcionários.

Mas as dificuldades ainda não foram totalmente sanadas. Neste começo de 2020, o clube, por exemplo, precisou dividir os pagamentos. A remuneração de dezembro foi efetuada em duas parcelas: 70% e 30%. A de janeiro, em três: 50%, 30% e 20%, assim como fevereiro (25%, 15% e 60%) e março (40%, 20% e 40%).

Nos meses em que houve redução salarial, por conta da pandemia do novo coronavírus, ela será aplicada também na mesma proporção sobre os direitos de imagem, que são de cerca de R$ 570 mil mensais e só parte do elenco recebe. A folha total do elenco tricolor gira em torno de R$ 4 milhões.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by