Dinheiro na cueca: em pedido de cassação, partidos citam três crimes que senador Chico Rodrigues pode ter cometido

Brasília — Os partidos Rede e Cidadania protocolaram na tarde desta sexta-feira (16) uma representação no Conselho de Ética do Senado pela cassação do mandato do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de operação da Polícia Federal na última quarta-feira por suspeita de participção em suposto esquema de desvio na área da saúde. Durante buscas em sua casa, o parlamentar foi flagrado com cerca de R$ 30 mil em dinheiro vivo escondidos dentro da cueca — parte das notas estava entre suas nádegas.

Para os dois partidos, Chico Rodrigues pode ter cometido crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Além disso, os autores da representação consideram que o senador abusou de suas prerrogativas parlamentares ao supostamente captar recursos públicos de emendas parlamentares para si para fazer valer seu interesse pessoal. “É aqui claro que o parlamentar que ‘abusa de suas prerrogativas’ está na mesma página daquele agente público que abusa do poder que lhe é conferido. No caso, o abuso de poder é evidente, na medida em que há a alegação de malversação de verbas públicas que só tangenciam o parlamentar pelo fato de ser Senador”, diz trecho da representação.

As legendas argumentam ainda que o fato de Rodrigues ter guardado alta quantia de dinheiro na cueca representa um “ato vexaminoso” e que desprestigia o Senado: “Não há razão alguma que seja capaz de justificar a ocultação de somas de dinheiro que, em tese, deveriam ser empregadas para atender o interesse público”.

Fonte: Jornal Extra

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by