MPRJ e PM fazem operação contra organização criminosa que extorquia dinheiro de mototaxistas em Caxias

O Ministério Público do Rio e a Polícia Militar iniciaram, nesta quarta-feira (2), uma operação contra uma organização criminosa que extorquia dinheiro de mototaxistas em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Operação Mototáxi buscou cumprir mandados de busca e apreensão contra oito homens — sete deles policiais militares — apontados como integrantes do grupo que cobrava propina de mototaxistas que trabalhavam na região.

Eles são suspeitos de associação criminosa para prática de corrupção e extorsão entre outubro de 2019 e março de 2020. Na época, os agentes trabalham no 15º Batalhão da Polícia Militar.

Um dos PMs é apontado como dono de cinco pontos de mototáxi na cidade. O oitavo suspeito, que não é policial militar, atuaria na administração desses locais, controlando o acesso e circulação de mototaxistas e recolhendo os pagamentos.

O valor era repassado aos agentes, segundo o Ministério Público.

Até a última atualização desta reportagem, sete aparelhos celulares, um motocicleta furtada, entorpecentes, cheques e cadernos de anotação foram apreendidos.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias e pela Auditoria da Justiça Militar, que decretou, de forma cautelar, a suspensão do exercício da função pública dos denunciados. A Polícia Militar afirmou que “não compactua com quaisquer desvios de conduta por parte de seus integrantes”.

Fonte: G1

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by