Paes quer que todos os cariocas sejam vacinados

O prefeito Eduardo Paes (DEM) conversou com a CNN neste sábado, 2, direto do Centro de Operações  da Prefeitura do Rio. Em seu primeiro dia como prefeito, na sexta-feira (1), ele disse que não vai permitir que os cariocas não sejam vacinados assim que alguma vacina for autorizada.

“É importante que, independente da vacina, que a população comece a ser imunizada. Esse desejo é o de todos os brasileiros e de todos os governantes, enfim, prefeitos e governadores que estão espalhados por aí”.

Paes afirmou que tem conversado com a Fiocruz e com o Instituto Butantan, responsáveis pela produção da AstraZeneca e da Coronavac, respectivamente, e acredita que em breve os brasileiros terão boas notícias. 

“É óbvio que a gente quer caminhar junto ao Plano Nacional de Imunização e eu tenho certeza que a gente terá boas notícias em breve, que não serão notícias só boas para o Rio de Janeiro, mas para todo o Brasil”.

O novo prefeito afirmou que, no Rio de Janeiro, somente neste sábado, 2, já foram abertos 30 novos leitos de hospitais e criticou a enorme quantidade de leitos que estava desativada na capital fluminense. 

“Chega a ser ridículo, para não dizer outra coisa, ter se construído qualquer hospital de campanha. A nossa ideia é desativar, com calma, não vamos desativar em um primeiro momento, mas nós vamos abrir 343 novos leitos muito rapidamente porque estão disponíveis. Falta pessoal, falta botar um ou outro equipamento. Até agora, eu não consigo entender para que tanto hospital de campanha em uma cidade com tantos leitos disponíveis”, afirmou.

O prefeito disse que uma das prioridades de sua gestão também será o pagamento dos funcionários do município. “Nosso papel agora é organizar as contas da prefeitura, estabelecer prioridades claras e, certamente, uma delas é o pagamento dos servidores do município”. No entanto, ainda não foi tomada a decisão quanto ao pagamento referente ao mês de dezembro e o parcelamento do décimo terceiro. “É óbvio que nós vamos pagar, precisamos de dinheiro em caixa. O governo anterior distribuiu os contracheques do mês de dezembro e só esqueceu de deixar os recursos em caixa”.

Segundo Eduardo Paes, os pagamentos serão anunciados pelo Secretário Pedro Paulo entre segunda (4) e terça-feira (5).

Eduardo Paes passa réveillon no Centro de Operações da Prefeitura - Super  Rádio Tupi
O prefeito do Rio, Eduardo Paes no Centro de Operações da Prefeitura – Foto: Reprodução

Sobre as fortes chuvas que alagaram comunidades cariocas e causaram estragos na cidade e sobre o possível fechamento da Avenida Niemeyer, Eduardo Paes falou que irá consultar a GEO-RIO, órgão responsável pela gestão do risco geológico-geotécnico, para tomar uma decisão. “O Rio tem a Niemeyer, a Jacarepaguá, a Serra da Grota Funda, tem a estrada de Furnas. Pela característica da cidade, tem muitas vias parecidas com a Av. Niemeyer e que, tradicionalmente, podem ocorrer deslizamentos ali”.

Ele disse que vai ouvir a opinião técnica GEO-RIO, mas não tem a intenção de fechar a Niemeyer. “Me parece que o caminho adequado não é fechar a via. É ter um plano de contingência comandado aqui a partir do Centro de Operações e em caso de chuva mais forte, você vai e fecha a via, que é o procedimento adequado”.

Fonte: CNN Brasil

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by