Jornal Povo

Cabo Frio exigirá teste de covid-19 para entrada de turistas

O município da Região dos Lagos registrou aglomerações indecentes no Réveillon e passará a exigir testes de todos os visitantes

Flagrantes de aglomeração e festas clandestinas não faltaram neste Réveillon, de norte a sul do Brasil. Uma das cidades que bateu recordes de multidões e gente sem máscara foi Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Mesmo com um decreto que impedia festas e a colocação de guarda-sóis na areia, o acesso à praia do Forte, a principal da cidade, estava liberado. O que se viu na noite da virada foi muito tumulto e bares abertos madrugada adentro, quando a ordem era que fechassem às 23h do dia 31.

A prefeitura da cidade, preocupada mesmo que tardiamente, publicou no Diário Oficial do município na última terça-feira (5) que passará a exigir teste de covid-19 de todos os passageiros e condutores que entrarem na cidade de carro, van ou ônibus fretado. A regra começa a valer na próxima segunda-feira (11) e os testes deverão ter sido feitos até 72 horas da chegada.

Os testes podem ser do tipo rápido IgM/IgG ou do tipo Swab com pesquisa de antígeno ou o RT-PCR. Este último deve trazer expresso a informação “não detectado”. Os testes rápidos de farmácia, como se sabe, têm um índice de confiabilidade muito baixo quando comparado ao RT-PCR. 

“No caso de não apresentação de teste de um ou mais tripulantes, […] não será permitido desembarque de nenhum tripulante e consequentemente não será permitida a permanência do veículo de turismo no município”, diz a norma. Barreiras da Vigilância Sanitária serão colocadas na entrada da cidade.

Hotéis e pousadas podem funcionar com até 75% da capacidade e também serão obrigados a exigir dos hóspedes o resultado do teste de covid no check-in. Os estabelecimentos terão que enviar diariamente para a prefeitura um relatório de entradas e saídas de hóspedes com cópia dos respectivos exames.

Segundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde, o município está com 76% dos leitos reservados para covid ocupados e registrava, até hoje (7), 5.367 casos e 219 óbitos.

Em setembro, a Península de Maraú e a Chapada Diamantina, na Bahia, passaram a requerer testes de covid de todos os turistas, mas retiraram a exigência cerca de um mês depois. Fernando de Noronha é o único destino que exige teste RT-PCR, que deve ter sido realizado até 48 horas antes do embarque.

Fonte: Agência Brasil.

Por: Arinos Monge.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.