Trabalhadores ambulantes dos trens são declarados Patrimônio Imaterial

O governador em exercício Cláudio Castro sancionou a lei que declara trabalhadores ambulantes do sistema ferroviário Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Rio. A medida foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira.

De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), são considerados Patrimônio Imaterial segmentos e estratos significativos para o cenário social e cultural de uma localidade, como por exemplo, saberes, ofícios e celebrações.

Autor original da lei, o deputado André Ceciliano (PT) disse que o trem é utilizado, sobretudo, pelas camadas populares, pessoas que moram no subúrbio ou na Baixada Fluminense. “Esse público passa horas nos trens e precisa do trabalho dos camelôs. Com pregões criativos e bons preços, os ambulantes fazem sucesso dentro e fora dos vagões e já fazem parte da cultura do trem”, afirmou o presidente da Alerj.

Fonte: Google.

Por: Arinos Monge.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by