Jornal Povo

Fato:”BRT Rio diz não ter dinheiro para pagar funcionários na próxima sexta-feira”

Além disso, concessionária informa que também não há verba disponível para a compra de insumos básicos como combustível.

Por meio de nota oficial, o BRT Rio informou neste sábado (30/01) que não há dinheiro para o pagamento da segunda parcela do salário de janeiro – que vencerá na próxima sexta-feira (05/02) – de seus funcionários e a compra de insumos básicos necessários para a operação da frota, como, por exemplo, combustível. De acordo com a concessionária, a situação é ”resultado direto do agravamento dos impactos da pandemia sobre todo o setor de transportes públicos”.

Ainda segundo o BRT, haverá, em fevereiro e março, um sistema de rodízio entre os colaboradores da empresa, com a dispensa do trabalho por até 10 dias e o salário sendo proporcionalmente reduzido de maneira condizente com a quantidade de dias trabalhados.

Confira, na íntegra, o comunicado oficial do BRT Rio sobre sua situação financeira:

”O setor de transporte de passageiros vem atravessando a sua mais grave crise econômico-financeira no Rio. A Covid-19 veio agravar e acelerar uma realidade que já vinha sendo impactada pelo congelamento da tarifa há dois anos, pela expansão do transporte clandestino por vans e do transporte por meio de aplicativos, pela concessão de gratuidades sem fonte de custeio, entre outros fatores.

O BRT Rio vem trabalhando para honrar com todos os seus compromissos, mas é fato que a pandemia desestruturou por completo o fluxo de caixa da empresa, e o valor arrecadado com as passagens não tem sido suficiente para suportar os custos com a folha de pagamento, principais insumos e impostos.

Diante disso e, mesmo com o grande esforço de seus colaboradores, o BRT Rio vem anunciar publicamente que não tem, infelizmente, recursos para honrar seus próximos compromissos prioritários, como o pagamento da segunda parte do salário de janeiro – em 5 de fevereiro – e a compra de insumos necessários à operação, como combustível, por exemplo.

A situação é resultado direto do agravamento dos impactos da pandemia sobre todo o setor de transportes públicos. Nos primeiros meses da pandemia, o BRT Rio trabalhou com queda de até 75% no número de passageiros. Hoje, 11 meses depois do início do combate à Covid-19, a queda de passageiros está na faixa de 45% em relação ao período anterior à pandemia. A perda de receita entre março de 2020 e janeiro de 2021 atingiu R$ 200 milhões.

Apesar das diversas sinalizações do BRT Rio nos últimos meses sobre o desequilíbrio econômico do sistema, até o momento não houve qualquer ajuda por parte dos governos municipal, estadual e federal para o enfrentamento dos impactos da pandemia.

Em 2020, o BRT Rio aderiu à MP 936, que permitiu a redução de jornada dos colaboradores com reposição de parte do salário pelo Governo Federal. A medida deu um fôlego emergencial à empresa, porém não foi suficiente para conter o desequilíbrio financeiro.

A proposta de pagar a segunda parcela do 13º salário em 5 vezes, feita em dezembro passado e recusada pela assembleia da categoria, demonstra que as dificuldades financeiras do BRT Rio são recorrentes. Ao mesmo tempo, os recursos obtidos através de empréstimos bancários já se esgotaram.

A partir de acordo assinado com o Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro, o BRT Rio adotará, em fevereiro e março, um sistema de rodízio entre seus colaboradores, com a dispensa de até 10 dias e a equivalente redução salarial. Concomitantemente a essas medidas, o BRT Rio continuará buscando soluções para superar a grave crise financeira.”

Por: Arinos Monge.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.