Aulas presenciais do município do Rio voltarão em 38 unidades escolares, aponta secretário

Primeira fase de retorno às aulas presenciais contará com alunos da pré-escola, 1º e 2º ano do ensino fundamental

Rio – O secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, anunciou, na manhã desta quarta-feira o início das aulas presenciais da rede municipal, previstas para começar no dia (24). Nesta primeira fase, retornarão os alunos da pré-escola, 1º e 2º ano do ensino fundamental. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, há uma estimativa de 7.730 alunos incluídos na Fase 1 dessas unidades. “Na próxima quarta-feira, dia 24, teremos 38 unidades escolares retomando com o ensino presencial nesta primeira fase, que tem pré-escola, 1º e 2º ano do fundamental. São 38 unidades bastante distribuídas pela cidade. Cada regional tem pelo menos duas escolas que voltarão na próxima quarta”, informou o secret

Na coletiva, o secretário também informou o calendário proposto pela pasta. A partir de amanhã (18), a secretaria irá começar a distribuição dos kits escolares, uniformes, materiais didáticos e cartão alimentação. Ferreirinha ressaltou que os responsáveis não devem ir às unidades escolares enquanto a escola não entrar em contato e agendar uma data. “A escola agendará a data para recebimento dos kits escolares, uniforme, respeitando o escalonamento para que se possa evitar qualquer tipo de aglomeração”.Na próxima terça (23), a prefeitura irá lançar o aplicativo ‘Rioeduca em casa’, que será uma forma digital do ensino remoto. No dia 24 as aulas presenciais retornarão nas unidades elegíveis na Fase 1 e no dia 25 serão anunciadas novas escolas para o retorno presencial. Segundo Ferreirinha, toda quinta-feira também será anunciado quais são as unidades escolares que poderão voltar com o ensino presencial. Após o anúncio na quinta-feira, a escola reabrirá a partir da quarta-feira da semana seguinte.

O secretário também apresentou um cronograma previsto para o retorno presencial dos anos escolares, segundo ele, o planejamento é feito de forma integrada com a Saúde e com o comitê científico. “Estamos estruturando nosso retorno presencial, gradual, seguro, feito com todo zelo e com toda seriedade do nosso lado [Secretaria Municipal de Educação] e de forma integrada com a Saúde e com o nosso comitê científico. Sempre em contato com as nossas regionais e as direções de cada uma das escolas para que isso possa ser feito levando em consideração o contexto de cada unidade escolar”, falou.A previsão é que no dia 17 de março comece a Fase 2 e alunos do 3º ao 5º ano do ensino fundamental, do 6º e 9º ano do ensino fundamental II e creches para estudantes de 2 anos ou mais, que são filhos de profissionais da educação e da saúde, voltem às aulas presenciais. A Fase 3 está prevista para 31 de março, com o ensino presencial para todos. “Lembrando que só começam nessas datas as escolas que estão elegíveis”, ressaltou Ferreirinha.

Segundo ele, nos dias 3 e 10 de março serão anunciadas outras escolas que poderão ser reabertas. “Nós não vamos pular etapas, as escolas precisam estar aptas, no que diz respeito o protocolo sanitário, ao restabelecimento de serviço e as condições adequadas. A ideia é abrir todas as escolas o quanto antes, dentro das condições que cada escola tem. Nós temos uma urgência, mas não se reflete em irresponsabilidade. É uma questão de responsabilidade, que a gente possa fazer um retorno seguro nesse momento tão desafiador.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by