Prefeitura de Nova Iguaçu fará duas recargas do cartão-alimentação de alunos da rede municipal no mês de março

A Prefeitura de Nova Iguaçu realiza, na semana que vem, a primeira recarga deste ano no cartão-alimentação dos alunos das 141 escolas da rede municipal. A exemplo do ocorrido durante o ano letivo de 2020, quando o auxílio foi dado em oito etapas, os 65 mil estudantes seguirão sendo contemplados enquanto as aulas presenciais não são retomadas em função da pandemia da Covid-19. Uma segunda recarga ainda será feita neste mês de março.

Os alunos que pertenciam à rede e ainda possuem o cartão utilizado no ano passado terão seus cartões recarregados automaticamente na próxima segunda-feira (22). Quem precisar de um novo cartão deverá solicitar a segunda via pelo site da empresa (alelo.com.br). Já os responsáveis pelos novos alunos que confirmaram a matrícula até 28 de fevereiro deverão comparecer, na próxima quinta-feira (25), à unidade onde o aluno irá estudar para retirar os cartões já carregados. Nestes dois casos, a recarga é referente ao mês de fevereiro.

Os estudantes que efetivaram a matrícula após 28 de fevereiro deverão aguardar a segunda chamada para buscar o cartão. Como eles não faziam parte da rede municipal de Educação em fevereiro, seus cartões-alimentação não receberão a recarga referente ao mês passado. Serão recarregados a partir de março. Cada cartão será carregado com R$ 70, com as famílias adquirindo produtos na rede credenciada.

“Como a vacinação de toda a população iguaçuana acima de 18 anos ainda está distante, decidimos manter as escolas fechadas e seguir com o ensino remoto, como uma forma de proteger alunos, seus familiares e os profissionais de educação. Nós sabemos o quanto esta recarga foi importante para as famílias ao longo do ano passado, quando fomos um dos municípios que mais ofereceu este tipo de ajuda. E neste ano não será diferente. Em março, além desta recarga, faremos uma outra no dia 31”, garantiu o prefeito Rogerio Lisboa.

Auxílio é dado há quase um ano

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) iniciou a distribuição do auxílio-alimentação ano passado, após as aulas serem suspensas em 16 de março, devido à pandemia da Covid-19. Em abril e maio, foram entregues cestas básicas para os estudantes, com 15 itens, como arroz, feijão, açúcar, óleo de soja, farinha de mandioca, sal, macarrão, café, achocolatado em pó, biscoito, extrato de tomate, fubá de milho e leite em pó.

A partir de julho, as famílias passaram a receber cartões-alimentação para serem usados com despesas alimentícias na rede credenciada. Somando as cestas básicas e os valores depositados nos cartões, foram realizadas oito etapas de auxílio ao longo de 2020.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by