Magé Presente:”Roubo de rua reduz em 100%,34º Batalhão em operação”

Índices de criminalidade caíram drasticamente no município em 2021

Magé – Os roubos de rua reduziram a zero no município de Magé nos últimos meses. Segundo levantamento do Núcleo de Inteligência (NUINT) da polícia militar, houve uma queda de 100% nos crimes de roubo a pedestres e celular, comparando o mês de janeiro de 2021, com o mesmo período de 2020. Em Piabetá, o índice do mesmo tipo de crime zerou em fevereiro deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado. No distrito vizinho, não há registro de roubo de veículos desde outubro do ano passado. Ou seja, há cinco meses.
De acordo com os dados do governo do Estado, a operação Segurança Presente contribuiu na redução da criminalidade do município. A base do Programa Magé Presente, que também atua em Piabetá, foi inaugurada em agosto de 2020, e a redução nota-se nos horários e nas áreas de atuação da operação.Para o coordenador do Magé e Piabetá Presente, tenente Renan Brito, a chegada do programa possibilitou uma aproximação da polícia com moradores e comerciantes da região.

– Oitenta por cento do efetivo do programa reside na própria cidade. Muitos já conhecem a área e sabem quais são os locais onde costumam acontecer os delitos, o que ajuda no relacionamento com a comunidade local. Fazemos um trabalho preventivo, com abordagens a motos e veículos, além do patrulhamento ostensivo. Estamos com uma média de cumprimento de prisão de um foragido e/ou com mandado de prisão por semana. O objetivo é que o patrulhamento envolva também os bairros mais afastados do centro comercial para que, nestas localidades, os índices também sejam zerados – relatou o coordenador do Magé e Piabetá Presente.

Há três semanas, a loja de uma empresa de telefonia celular escapou de ser assaltada em Piabetá. O gerente do estabelecimento, que vem observando a presença do Programa Segurança Presente nas ruas do bairro nos últimos meses, recebeu a informação de que suspeitos estavam circulando no local e comunicou os agentes. Quarenta minutos depois, três homens foram presos. Um deles estava armado. O trio, que circulava em carro roubado, confessou o plano para praticar o crime.

– Tivemos a informação de que pessoas estavam rondando a loja e passamos para a dupla de agentes que estava próxima ao centro comercial. Os policiais abordaram os homens, que foram presos. Eram três pessoas, sendo uma delas armada e outra que já tinha passagem pela polícia. Eles ocupavam um carro roubado. Então, o assalto nem chegou a acontecer, graças a Deus e aos policiais – contou o gerente.

O tenente-coronel e comandante do 34º Batalhão de Polícia Militar de Magé, Leonardo Ribeiro de Oliveira, também ressaltou as ações.

“Vejo como resultado das ações de polícia de proximidade que desenvolvemos diariamente, visando reduzir a criminalidade tendo como base os dados estatísticos, de inteligência e denúncias da população, o que possibilita a aplicação mais eficaz dos recursos nas operações de polícia ostensiva, de acordo com a realidade”, destacou o comandante.

Segundo Oliveira, a integração entre a polícia militar e civil tem sido outro fator importante. “Essa integração tem sido muito importante e vem apresentando excelentes resultados com dezenas de prisões de autores de roubos, gerando credibilidade das polícias perante a população mageense, estabelecendo um ciclo de confiança nas forças de segurança e aumentando a colaboração da sociedade”, frisou.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by