Jornal Povo

Polícia prende médicos que vendiam atestados para furar fila da vacina

Delegacia de Defraudações aprendeu diversos documentos já prontos, que eram oferecidos por R$ 20

Rio — Policiais Civis da Delegacia de Defraudações (DDEF) prenderam, nesta quinta-feira (27), dois médicos acusados de venda de atestados falsos para golpistas furarem a fila da vacina para covid-19, segundo as investigações.Os médicos, identificados como Sérgio Mendes Izidoro e Augusto Guedes de Carvalho Filho, foram presos dentro de uma clínica em que trabalhavam, em Pilares, na Zona Norte. 

No local foi constatado que ambos vendiam o testado falso por R$ 20 reais. No documento, os médicos atestavam que o paciente possuía comorbidade elencada no Ministério da Saúde como doença que o habilitava para a vacinar contra a covid-19. Ainda na clínica, os policiais da especializada conseguiram apreender diversos atestados médicos já prontos. Em um deles, por exemplo, estava escrito que a paciente possuía hipertensão arterial. 

Fonte: O Dia.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.