BUSCA IMPLACÁVEL:”Hoje completam 14 dias e somente rastros de Lázaro”

Operação conta com 270 agentes, helicóptero, cães farejadores, rádios de 30km de alcance, cavalaria e drones, além da ajuda de informantes e da população local

Brasília – As buscas pelo serial killer Lázaro Barbosa de Sousa, suspeito de matar uma família de quatro pessoas em Ceilândia, no DF, entram no 14º dia nesta terça-feira (22). Um carro incendiado que pode ter sido usado por Lázaro foi encontrado, informou a polícia. O veículo abandonado foi localizado na saída do distrito de Girassol, no sentido de Cocalzinho de Goiás.Além disso, agora os agentes que participam das buscas passaram a contar com rádios comunicadores, cedidos pelo Exército Brasileiro, com capacidade de alcance de até 30km. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), o exército cedeu 40 rádios para ajudar na Força-tarefa, que conta com 270 agentes. Os equipamentos passaram a ser usados ponto a ponto, desenvolvendo uma tecnologia de comunicação única para todos. A ideia é que um agente consiga informar todos os outros, em um raio de 30 km, sobre algum elemento novo, prova ou proximidade do suspeito.

Além dos rádios, a operação conta com drones, cães farejadores, um helicóptero, cavalaria e agentes de várias polícias. Um morador da região também ajuda os policiais da força-tarefa nas buscas, por conhecer bem o terreno. Ele aparece em algumas imagens usando um colete à prova de balas. Segundo a SSP-GO, ele é um “informante”.Na manhã da última segunda-feira, 21, uma moradora denunciou que viu um homem parecido com Lázaro em uma chácara, no bairro Águas Bonitas, em Águas Lindas de Goiás. Ele estaria com uma mochila nas costas e mancando. Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanharam a mulher para fazer uma verificação na área, mas Lázaro não foi encontrado. 

Cachorro machucado

Durante as buscas por Lázaro, o pastor alemão Sauke, do Comando de Policiamento de Cães (CP Cães) se machucou. O animal passou a ser carregado nas costas por agente após cortar a pata traseira ao passar por um rio. 

Segundo a PM, o cão foi levado para uma clínica veterinária em Goiânia e o corte, apesar de ter sido superficial, demandou cuidados e tratamento.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by