Jornal Povo

Lázaro Barbosa foi morto com mais de 20 tiros entre disparos de pistola e fuzil, diz perito ao analisar fotos

O serial killer Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto nesta segunda-feira com mais de 20 tiros entre disparos de pistola e fuzil, segundo o perito Nelson Massini, professor titular de Medicina Legal da UERJ, que analisou as fotos do corpo do criminoso. Por serem fortes, as imagens não serão publicadas.

— Na cabeça, foram três tiros de fuzil. Acho que tem as duas armas. No peito, dá impressão de pistola. Mas, na cabeça, pelo estrago, foi o que chamamos de projétil de alta energia — disse Massini.

De acordo com o perito, foi possível identificar mais de 20 disparos, todos efetuados a distância, embora pelas imagens não seja possível precisar a quantidade ao certo. Na cabeça, foram pelo menos três tiros de fuzil. No entanto, somente o laudo oficial poderá apontar exatamente o número de vezes que o serial killer foi alvejado.

Lázaro foi morto pela polícia nesta segunda-feira, após mais um confronto com agentes que integram a força-tarefa criada para procurá-lo. Após ser baleado, ele chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse que Lázaro estava armado e atirou contra as equipes, o que não deixou  outra alternativa aos policiais a não ser revidar. De acordo com o secretário, o criminoso foi colocado na ambulância com vida e morreu no hospital.

— Temos filmagens que vamos mostrar para vocês: ele estava armado. Ele foi para o mato, fizemos o cerco. Ele tentou fugir do cerco e confrontou a equipe do major Edson. Um trabalho coletivo e, graças a Deus, nenhum policial foi ferido. Ele, na hora da abordagem, descarregou a pistola em cima dos policiais. E não tivemos outra alternativa senão revidar.

Lázaro teria feito ainda ameaças aos policiais quando foi visto em Águas Lindas, onde teria ido à casa da ex-sogra e da ex-mulher.

— Ele foi para buscar, para encontrar com elas. Nós estávamos monitorando. Tentamos ali já pegá-lo. Ele chegou a ameaçar alguns policiais dizendo que se entrasse  na mata atrás dele, ele daria tiro na cara. Fizemos o cerco prudentemente, tecnicamente — relatou Rodney.

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, havia postado em seu perfil do Twitter a informação da prisão do criminoso, procurado por forças de segurança há 20 dias.

— Acabo de receber nesse momento uma informação de todas as forças de segurança que estão ali na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso. Cumprimentar a todos aqueles que estão ali há vários dias trocando informações e chegando a esse resultado final com a prisão do Lázaro. Meus cumprimentos a todas as forças de segurança que ali interagiram, trabalharam com determinação para mostrar que a lei está acima de tudo. Um abraço a todos — disse ele, num vídeo compartilhado na rede social.

Nas últimas horas de buscas a Lázaro, a força-tarefa criada para prendê-lo se concentrou num bairro de Águas Lindas de Goiás. Moradores do Setor Itamaracá afirmam ter visto o criminoso por volta das 21h deste domingo e chamaram a polícia. Lázaro ignorou uma tentativa de negociação feita pelos agentes para que se entregasse. Durante a madrugada, foi montado um cerco na região, com o apoio de helicópteros e cães farejadores.

Pela manhã, pouco depois das 8h, uma ex-mulher de Lázaro foi levada para a Delegacia Regional da Polícia Civil. Era na casa dela que o criminoso esteva, de acordo com testemunhas, quando chamaram a polícia. Lázaro teria escapado pela mata que fica nos fundos da residência. Também na manhã desta segunda, os policias da força-tarefa cumprem mandados judiciais.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.