Rio terá repescagem da vacinação contra a Covid-19 para todos os cariocas com 40 anos ou mais até sábado

A prefeitura do Rio divulgou que até este sábado (10) haverá a repescagem da vacinação contra a Covid-19 para todo os moradores com 40 anos ou mais. Quem perdeu seu dia de imunização deve procurar os postos de vacinação esta semana no período da tarde.

Segundo a prefeitura, já as gestantes, puérperas e lactantes podem se vacinar nos dias 6, 9 e 14 de julho.

Vacinação na cidade avança com aceleração do calendário por parte da prefeitura
Vacinação na cidade avança com aceleração do calendário por parte da prefeitura

“Excepcionalmente, nessa semana vamos permitir repescagem das pessoas de 40 anos ou mais, todos os dias à tarde. Isso não se repetirá mais à frente. Se você tem mais de 40 anos e ainda não se vacinou, não deixe de fazê-lo logo. É importante para salvar sua vida e a dos outros. E muito importante: todas as vacinas são eficazes e têm ajudado muito na diminuição de mortes e casos graves” escreveu o prefeito Eduardo Paes nas redes sociais.

Por causa da vacinação, pessoas com 60 anos ou mais já não são mais a maioria entre os pacientes internados por Covid-19 no Rio de Janeiro, mostram dados da Prefeitura do Rio. Em maio deste ano, pela primeira vez desde o início da pandemia, os idosos corresponderam a menos da metade do total de internações pela doença (39,6%). A tendência se manteve em junho, quando pessoas com 60 anos ou mais representaram 37,1% das internações por Covid-19 na cidade. As informações se restringem a residentes do município e abrangem números da rede privada e do Sistema Único de Saúde (SUS).

Gripe: Rio terá vacinação para maiores de 18 anos

A campanha de vacinação contra a gripe no Rio passará a contemplar todas as pessoas com 18 anos ou mais, confirmou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, ao EXTRA na manhã desta segunda-feira. A pasta ainda não tem uma data definida para a mudança, pois, segundo Soranz, ainda é necessário organizar o planejamento. Em nota, a Secretaria municipal de Saúde disse que “o município do Rio deverá seguir as orientações do Ministério da Saúde”.

No último sábado, o Ministério da Saúde decidiu ampliar a imunização contra a gripe para os demais grupos devido à baixa adesão da população à campanha. A pasta orienta que estados e municípios vacinem toda a população com mais de 6 meses de idade, mas a decisão é das secretarias de Saúde locais para alterar o calendário. Das 80 milhões de doses produzidas pelo Instituto Butantan, as vacinas foram aplicadas em somente 34,2 milhões de pessoas, o que representa 42% dos grupos prioritários, um percentual baixo.

Neste mês, que tende a ser mais frio, é comum que os casos de síndromes gripais aumentem. Uma das preocupações é a possível sobrecarga do sistema de Saúde no país num momento em que as unidades ainda enfrentam a ocupação de leitos para tratamento de Covid-19. A gripe grave atinge os pulmões de forma parecida com a da Covid-19 e suas vítimas vão disputar leitos com os doentes devido ao coronavírus.

Desde o início da campanha, em 12 de abril, o Ministério da Saúde indica que a vacina contra a Covid-19 seja priorizada. A recomendação é para que aqueles que estiverem com sintomas de gripe ou sintomas relacionados ao coronavírus esperem o tempo necessário de completa recuperação para a vacinação nas duas campanhas.

Na semana passada, a Prefeitura do Rio anunciou a prorrogação do calendário de vacinação contra a gripe até o dia 30 deste mês. Grupos prioritários desta campanha podem buscar atendimento nos postos em qualquer dia. Quem tomou alguma dose de um dos imunizantes contra a Covid-19 deve aguardar 14 dias para se vacinar contra a gripe.

Os grupos prioritários são:

  • Idosos (a partir de 60 anos)
  • Crianças de seis meses a cinco anos
  • Gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto)
  • Indígenas e quilombolas
  • Pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente
  • Trabalhadores da saúde e da educação
  • Caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo e de longo percurso
  • Portuários
  • População privada de liberdade, adolescentes sob medidas socioeducativas e funcionários do sistema prisional
  • Forças de segurança e salvamento e forças armadas

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by