PM faz operação e ocupa Morro do Castelar, em Belford Roxo, onde moravam meninos desaparecidos

A Polícia Militar do Rio de Janeiro faz, na manhã deste sábado, uma operação para ocupar a Comunidade do Castelar, em Belford Roxo, Baixada Fluminense. A região, dominada pela maior facção criminosa do estado, foi indicada pelas investigações como reduto da quadrilha responsável pela morte dos três meninos desaparecidos desde dezembro de 2020. Era lá também onde as crianças moravam, mas apesar disso a corporação não indica ligação entre o caso e a ação.

Segundo a PM, a operação é para cessar os confrontos entre facções do tráfico e da milícia que ameaçam a segurança da população na região. Os militares estão no bairro Piam. Na ação, um indivíduo com mandado de prisão em aberto foi detido e conduzido à 54ª DP (Belford Roxo).

Foram apreendidos um radiocomunicador, uma pistola e grande quantidade de materiais entorpecentes que ainda serão contabilizados pela polícia. Outro homem atirou contra os policiais, gerando confronto. Ele foi ferido e socorrido ao Hospital Municipal de Belford Roxo, onde recebe atendimento.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde do baleado.

Além do 39º BPM (Belford Roxo), militares de outros três batalhões participam da ação: 21º BPM (São João de Meriti), 24º BPM (Queimados) e 34º BPM (Magé). Nas redes sociais, a corporação pede a ajuda da população com denúncias sobre a localização de criminosos.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by