MAIS UM:”PM prende um dos principais ladrões de carga da Baixada Fluminense”

Encontrado no Santo Cristo, Zona Portuária, criminoso tinha oito mandados de prisão em aberto no seu nome e 17 anotações em sua ficha

Em um dos seus crimes, Carlos Henrique de Souza teria roubado carga avaliada em cerca de R$ 42 mil

Divulgação

Rio – Um dos maiores assaltantes de cargas da Baixa Fluminense foi preso, neste sábado, por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Morro da Providência, no Santo Cristo, Zona Portuária. Carlos Henrique Farias de Sousa, 29 anos, foi encontrado com ajuda de informações obtidas pelo setor de inteligência da PM e também de denúncias enviadas ao Disque Denúncia. O criminoso tem oito mandados de prisão aberto e 17 anotações criminais. Ligado a facção Comando Vermelho, o ladrão de cargas foi encontrado pelos agentes do Grupamento Tático de Policia de Proximidade (GTPP) da UPP no Largo do Santo Cristo, na descida do viaduto com a Rua Waldemar Dutra. Carlos é conhecido por praticar seus crimes na Baixada, principalmente no município de Duque de Caxias, e costumava se esconder no Morro da Providência, no Centro.Segundo dados revelados pela investigação, Carlos Henrique e sua quadrilha roubaram em 2019 carga de produtos diversos, dentre alimentos, produtos de limpeza, avaliada em aproximadamente R$ 42.903. Outro crime anotado aconteceu em 2016, quando na Rodovia Washington Luiz, o assaltante e seu bando roubaram uma carga de sapatos produzidos no Rio Grande do Sul avaliada em R$ 28.418,42. Nesse crime, Carlos Henrique foi apontado como chefe da quadrilha, e estava com arma em punho.

Contra ele havia oito Mandados de Prisão, expedido por diversas Vara Criminais, a maioria pelo crime de Roubo Majorado, além de 17 anotações criminais no Artigo 157 em sua ficha.

Após ser preso, Carlos Henrique foi levado para a 5ª DP(Centro), onde foram cumpridos os mandados e tomadas as medidas cabíveis. Assim que o procedimento foi concluído, ele foi encaminhado a uma unidade prisional, onde aguarda decisão da Justiça.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by