35º Campeonato Brasileiro Ram de Marcha Batida termina hoje no Clube Marapendi – Rio de Janeiro (RJ)

Texto e Fotos: Por Sávio Mafra

Maior evento oficial da raça Mangalarga Marchador no ano de 2021, O 35º Campeonato Brasileiro Ram de Marcha Batida reúne, entre os dias 07 e 14 de novembro, no Clube Marapendi (Av. das Américas, 3979 – Barra da Tijuca), 800 animais. Com participação recorde nesta edição, a mostra organizada pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), avalia cavalos e éguas, em uma das principais características da raça, a Marcha Batida.

Criteriosamente preparado o evento oferece infraestrutura e bem-estar, tanto para os animais, quanto para os expositores, criadores e demais participantes.
O MM no Rio de Janeiro
O Rio de Janeiro sempre foi parte importante na história do Mangalarga Marchador. O estado é um dos principais destinos de exemplares criados nas fazendas do Sul de Minas Gerais, desde sua formação há mais de dois séculos.

Velha guarda da diretoria Núcleo RJ Fernando Diz , Sávio Mafra , Ivan Machado e Francismar Barbeieri
Atualmente, possui o segundo maior plantel por estados, são aproximadamente 105 mil marchadores que vivem em 2.111 haras e fazendas fluminenses.

A Raça Tipicamente brasileira, a raça Mangalarga Marchador surgiu há mais de 200 anos, na Comarca do Rio das Mortes, no Sul de Minas, através do cruzamento de cavalos da raça Alter – trazidos da Coudelaria de Alter do Chão, em Portugal – com outros cavalos selecionados pelos criadores daquela região mineira. As marchas Batida e Picada são os andamentos característicos do MM.

Atualmente, a ABCCMM congrega 21 mil sócios e mais de 690 mil animais registrados, segundo o Padrão Racial registrado no Ministério da Agricultura e Pecuária do Brasil (Mapa).

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by