POEMAS & POESIAS:”Tudo é nada”

Por: Dr. Luiz Alberto Soares, Juiz de Direito e Escritor

Tudo é busca, perdas, ganhos, pretensão, tolice. Tudo não é nada quando desce a escada que vamos ter que subir, e não sabemos onde dará. Tudo é sombra, escuridão ou luz, riso, gritos, medo, morte, o que existe do outro lado, que não saberemos o caminho de casa, como Ulisses da mitologia grega. Tudo é hoje, agora, se demora, acaba. A máscara que não revela quem somos, mas que nos ajuda a sobreviver. Tudo é tudo, e nesse mundo imundo que vivemos, não haverá um Perseu e sermos transformados em estátuas se encararmos os senhores do poder. Sequer sabemos a nossa tarefa de casa, amamos a vida, mesmo na dor, mudamos o humor e tocamos do jeito que der. Tudo um dia será um grande silêncio, pois a vida será sempre indecifrável. Tudo é isso, ou aquilo. Talvez tudo seja o que não temos, mas também nem queremos tanto, pois tudo que vai, um dia volta.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by