POEMAS & POESIAS:”Nossos sonhos andam   tão esquecidos  Que deveríamos ser punidos  Por trata-los assim”

Por: Dr. Luiz Alberto Barbosa, Juiz de Direito e Escritor.

Nossa vida anda tão corrida
Que até mesmo na partida
Não transmitimos todo afeto
Para a pessoa querida.

Nosso tempo anda
tão escasso
Que sequer encontramos espaço
Para um caloroso abraço.

Nossos dias andam
Tão sem graça
Que nem mesmo o palhaço da praça
Consegue nos arrancar um sorriso.

Nossa soberba anda
Em evidência
Que até mesmo a paciência
Já desistiu de muda-la.

Nossos amores andam
Tão falsificados
Que sequer vislumbramos a dor que causamos naquele que a nós se entregou.

De longe, a morte espia, palita os dentes, se surpreende de como estamos levando a vida, usando o tempo e espera o momento certo, que não sabemos quando será, para estender as escadas e nos levar para o lado de lá.
Como será? Esse é um mistério que Deus não revela a ninguém.

Não fazer nada pode prejudicar o tudo. Os nossos sonhos que ficaram pelo caminho, vai nos trazer, lá na frente, um certo gosto de frustração. Não é que eu tenha que ir além dos meus limites. Eu não devo fingir que estou bem o tempo inteiro, pois isso vai me fazer mal. Chega uma hora que não fazer, seja o que for, vai fazer uma falta danada. Na nossa fábrica de ideias, só deveria sair coisas boas, mas, às vezes, sai uma com defeito que faz um estrago tremendo. Entregar o jogo antes do primeiro tempo é um imenso erro, pois, daqui uns anos, perceberemos que era possível virar o placar, só que, agora, já acabou. Tudo é aliado do homem que sabe querer – Machado de Assis, pois, nesse momento adverso, surge um herói sem capa. Não tem outro jeito. Com isso sigo escrevendo, pois minhas palavras é uma forma de estar junto de quem a lê.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by