Será que breca?:”Bancada do PSOL entra com ação contra aumento nas passagens da SuperVia”

A bancada de deputados estaduais do PSOL entrou com uma ação civil pública no Tribunal de Justiça do Rio contra o aumento de passagens dos trens da Supervia.

“É urgente impedir que um aumento abusivo desses se concretize. As pessoas estão sem dinheiro para comer, justamente nas regiões afetadas pelo reajuste. É escandaloso”, alegou a líder da bancada do PSOL, Renata Souza.

No documento, os parlamentares também afirmam que o novo valor significa “virar as costas para a realidade econômica do estado durante a pandemia da Covid-19”.

“A SuperVia desconsidera os desdobramentos nefastos para os usuários de um serviço que sequer dispõe de intervalos regulares e possui elevado número de mortes na rede ferroviária, estampado nas condições precárias de segurança e manutenção, bem como na aglomeração e risco à saúde causados nos horários de maior circulação de pessoas”, defendem.

O assunto também é alvo da Comissão de Transportes da Alerj. O presidente, deputado Dionísio Lins (Progressista), está acompanhando as negociações entre o Governo do Estado, SuperVia e CCR Barcas e prometeu entrar com uma representação no Ministério Público solicitando o cancelamento ou redução dos reajustes.

O aumento previsto passaria a valer a partir do dia 2 de fevereiro, no caso dos trens, subindo de R$ 5 para R$ 7. No caso das barcas, a data é 12 de fevereiro, com a passagem saltando de de R$ 6,90 para R$ 7,70.

O aumento de cerca de 40% no valor das passagens já foi homologado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes, Aquaviários, Ferroviários, Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp).

Fonte: Extra Online.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by