Jornal Povo

Torcedor do Flamengo suspeito de matar palmeirense é preso no Rio

Um torcedor do Flamengo foi preso em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, nesta terça-feira (25), suspeito de ter matado a palmeirense Gabriela Anelli, de 23 anos. A jovem foi atingida na garganta por estilhaços de uma garrafa, arremessada durante uma confusão entre torcidas de ambos os times, na entrada do estádio do Palmeiras.
Segundo a Polícia Civil, a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) apoiou a ação do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), de São Paulo, na captura do rapaz. O homem foi encaminhado para a sede da DHC, onde foi formalizada a prisão.
Caso Gabriela Anelli
Gabriela Anelli morreu após ser atingida por uma garrafa durante confronto entre torcedores flamenguistas e palmeirenses nos arredores do Allianz Parque, no dia 8 de julho.
A Polícia Civil de SP havia prendido Leonardo Felipe Xavier Santiago em flagrante no dia do ocorrido. No entanto, ele foi solto pela Justiça, após pedido do Ministério Público de SP, por não ter convicção de que foi ele quem atirou a garrafa.
Com a soltura de Leonardo, as investigações para encontrar o suspeito de arremessar a garrafa foram retomadas. A polícia não divulgou a identidade do homem preso nesta terça-feira.