Jornal Povo

Confusão na Câmara de Belford Roxo tem briga entre vereadores, homem armado e Esquadrão Antibombas

Dois vereadores alegam ter pedido exoneração da prefeitura e reclamam que não tiveram o desejo atendido pelo prefeito. Nesta quarta, eles tentaram participar da sessão, sem comprovação de terem pedido a exoneração e foram impedidos pela mesa diretora.

Confusão Generalizada na Câmara de Belford Roxo envolve a posse de dois vereadores e Votação de Projeto de Lei Executivo — Foto: Reprodução

A sessão de ontem na Câmara de Vereadores de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, terminou em confusão generalizada.

Imagens gravadas no plenário mostram vereadores e funcionários trocando agressões. A confusão foi generalizada.

Em nota, a Polícia Militar informou que policiais do 39º batalhão (Belford Roxo) foram até a Câmara de Vereadores para uma ocorrência de briga. Um homem foi detido portando uma arma de fogo e foi conduzido para a 54ªDP (Belford Roxo).

Esquadrão Antibombas

Carro do vereador Amigo Binho (Solidariedade) foi isolado pela Polícia Civil por suspeita de ter uma bomba — Foto: Arquivo pessoal

 

No início da tarde, após a confusão no plenário, uma equipe do Esquadrão Antibombas da Polícia Civil foi mobilizada para verificar a suspeita de um artefato explosivo em um carro, no estacionamento próximo da Câmara de Vereadores. Os policiais isolaram o veículo do secretário de Cultura e vereador licenciado Amigo Binho (Solidariedade), que fez a denúncia.

Contudo, segundo a Polícia Civil, a equipe do Esquadrão Antibomba verificou que o objeto suspeito era um rastreador tipo GPS.

Segundo o secretário Amigo Binho, câmeras de segurança flagraram um homem em uma moto colocando o rastreador sob o carro.

O dispositivo encontrado foi encaminhado à 58ª DP (Posse), delegacia responsável pelas investigações.

Briga política

A confusão de ontem na Câmara foi o último ato de um desentendimento entre os poderes legislativo e executivo do município. Na semana passada, foi declarada uma guerra em dois expoentes da politica belforroxense, quando o Deputado Estadual Márcio Canella (União Brasil), visita a casa legislativa e é apoiado por grande parte da até então bancada governista.

Após diversas “traições” políticas, onde vereadores e secretários municipais, declararam apoio irrestrito ao Deputado Estadual, contrariando o Prefeito Waguinho (Republicanos), os vereadores Fabinho Varandão (MDB) e Eduardo Araújo (MDB) alegaram ter decidido deixar seus cargos na Prefeitura de Belford Roxo. Eles alegam ter pedido exoneração, mas o prefeito Waguinho (Republicanos) não aceitou. Ainda assim, os dois vereadores voltaram para retomar seus mandatos na câmara, contudo, sem apresentar pedido formal de exoneração protocolado junto a administração municipal, segundo fontes do Jornal Povo.

Diante da Ausência de Comprovação do Pedido de Exoneração, ou decisão judicial que garantisse o retorno ao mandato legislativo, os dois vereadores tentaram de participar da sessão desta quarta, sem impedidos pelo presidente da Câmara de Vereadores, o vereador Armandinho Penelis (MDB).

Fabinho e Eduardo acreditam que essa é uma estratégia do executivo para evitar que os ex-aliados votem contra um projeto do prefeito. A Mesa Diretora da Câmara ficou dividida, mas também não aprovou o retorno dos dois vereadores. Nesse momento que a confusão se instaurou no plenário da casa.

Novela Longe de Um Fim

A guerra política instaurada em Belford roxo, teve inicio nas eleições de 2022, quando o prefeito Waguinho (Republicanos), declarou apoio ao atual presidente LULA, enquanto o Deputado Estadual Márcio Canella (União Brasil), declarou apoio ao Ex-Presidente Jair Bolsonaro.

Após a exoneração da Deputada Daniela Carneiro do Ministério do Turismo, a pedido do partido União Brasil, os caciques voltaram a conversar, uma trégua teria sido declarada entre as partes.

Mas nada é tão bom que dure para sempre, a trégua se encerrou, quando o Prefeito decide declarar seu sobrinho Matheus Carneiro como seu sucessor e próximo candidato à prefeitura da cidade.

Após diversos vereadores e secretários municipais da “base” do governo declararem apoio ao Deputado, parece que o tabuleiro politico da cidade será alterado em breve.

Em decorrência dos acordos firmados depois das eleições de 2022, o PT – Partido dos Trabalhadores, teria a indicação ao candidato de vice prefeito na chapa de Matheus Carneiro, e o mais cotado para a vaga seria o Vereador Felippe Jesus, segundo fontes informaram ao Jornal Povo.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.