Jornal Povo

Oficial da PM baleado no Riachuelo tem quadro estável

Coronel João Jacques Busnello, em 2019, quando era comandante do 20º BPM — Foto: Cléber Júnior / Agencia O Globo

O coronel da Polícia Militar do Rio João Jacques Busnello segue com quadro clínico estável. Na última segunda-feira (4/03), o oficial foi alvejado duas vezes no peito durante um assalto, e está na CTI do hospital Pasteur, no Méier.

Os dois criminosos levaram sua moto BMW na Avenida 24 de Maio, Zona Norte da cidade, que foi recuperada algumas horas depois na favela do Jacaré.

Busnello foi atirador de elite do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e atuou em pelo menos duas ações com tomada de reféns no Rio. Em 2019, durante o sequestro de um ônibus da Viação Galo Branco na Ponte Rio-Niterói, atingiu o sequestrador Willian Augusto da Silva (20), que morreu no local.

Em 2009, o militar também impediu a ação de bandidos com reféns na farmácia em Vila Isabel, na Zona Norte. Ainda major na época, Busnello baleou Sérgio Ferreira Pinto Junior, de 24 anos, e libertou a comerciante Ana Cristina Garrido.