Jornal Povo

Lateral Wesley, do Flamengo, é acusado de agressão em quiosque na Barra

Vítima relatou que o lateral desferiu um soco em seu rosto após uma discussão

Wesley observado por Tite durante treino no Ninho do Urubu — Foto: Marcelo Cortes / CRF

Na última segunda-feira (11), o empresário Kaio Mana acusou o lateral Wesley de agressão em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste. O episódio teria ocorrido na noite de domingo (10), e a diretoria do Flamengo aguarda o fim da investigação em até 30 dias.

A vítima fez o B.O na 16ª Delegacia e relatou que Wesley desferiu um soco em seu rosto, após uma pequena discussão no quiosque. De acordo com Mana, o jogador o acusou de ter tirado uma foto sem autorização, o que ele nega ter feito.

Kaio fez exame de corpo de delito no IML com corte na boca e um roxo próximo ao olho esquerdo. O delegado disse à imprensa que já solicitou o acesso às câmeras de segurança próximas do local. O atleta do Rubro-Negro será intimado a depor para dar a sua versão do ocorrido.
Há cerca de 10 dias o lateral-direito se recupera de uma pequena lesão muscular, mas já está em fase de transição para reintegrar o elenco. Ele ficará à disposição de Tite normalmente enquanto não há um veredito no caso.