Jornal Povo

Barricadas em chamas e tiroteio fecham Estrada das Canárias, na Ilha do Governador; ação da PM tem 3 presos

Estrada das Canárias, na Ilha do Governador, é bloqueada com pneus em chamas
Estrada das Canárias, na Ilha do Governador, é bloqueada com pneus em chamas — Foto: Reprodução

Barricadas em chamas foram usadas para bloquear a Estrada das Canárias, na Ilha do Governador, na manhã desta quarta-feira. Motoristas surpreendidos pela ação saíram da via ao manobrar e seguir na contramão. Moradores relataram intenso tiroteio no bairro, na região do Morro do Barbante, na Zona Norte do Rio, por volta das 7h. Em nota, a Polícia Militar confirmou que equipes fazem uma ação no local para “repressão ao grupo criminoso que atua na disputa territorial da região”. Até o momento, três homens foram presos, suspeitos de integrarem o tráfico da Vila Joaniza, também na Ilha. Também foram apreendidos dois fuzis e duas pistolas.

A ação não afetou a chega ou a saída do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, uma vez que o acesso se dá um quarteirão antes. De acordo com o Centro de Operações Rio (COR) , a estrada foi aberta no sentido Parque Royal por volta das 9h50.

Segundo a corporação, equipes do 17° BPM (Ilha do Governador) fazem a operação na comunidade desde as primeiras horas da manhã. Um blindado da PM estava em uma das ruas, e não conseguia avançar por conta de barricadas também dentro do Morro do Barbante, usada para bloquear o trânsito. O veículo parado em uma das vias foi mostrado pelo “Bom Dia Rio”, da TV Globo.

Em nota enviada nesta manhã, com um balanço parcial até o momento, a PM afirma que, além dos presos, foram apreendidos dois fuzis, um colete, um carregador, duas pistolas e munições.

A interdição da via começou por volta das 7h20. As barricadas foram incendiadas cerca de 5 minutos depois. Um vídeo de um morador enviado para a TV Globo mostra que os pneus estavam no canteiro que divide as pistas da via, nos dois sentidos, e eram lançados no meio da via por homens que usavam roupas de motociclista, com itens como capacete e colete. De acordo com a polícia, eles são ligados ao tráfico local e faziam os bloqueios para impedir o avanço das equipes envolvidas na operação.

Imagens ao vivo da TV mostraram um homem jogando mais pneus em uma das barricadas que já estavam em chamas. De longe era possível ver as colunas de fumaças. O Corpo de Bombeiros foi acionado e equipes chegaram no local por volta das 7h55.

Assim que a via foi fechada, carros começaram a voltar na contramão para buscar um caminho alternativo. Muitos voltaram para ter acesso à Estrada do Galeão.

Viaturas da Polícia Militar foram para a região. Um dos agentes tentava organizar o trânsito, bloqueando e liberando vias para auxiliar a saída dos motoristas que estavam na estrada.

O confronto na região, segundo a PM, começou após os policiais serem recebidos a tiros por criminosos armados. Por volta das 7h30, um blindado da PM estava em uma das vias da comunidade. No local também há barricadas dificultando o deslocamento na região. Moradores também do entorno, como da Vila Militar, não conseguiram sair de casa no início desta manhã.

O policiamento segue reforçado na região.

Em nota, a Secretaria municipal de Saúde confirmou que a “Clínica da Família Assis Valente acionou o protocolo de acesso mais seguro e, para segurança de profissionais e usuários, suspendeu o funcionamento na manhã desta quarta-feira”.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação informou que “as escolas não ficam dentro da área de confronto, na Estrada das Canárias, mas no entorno. Mesmo assim, acionaram o protocolo de segurança e estão funcionando com baixa frequência de alunos”.

Também em nota, a Secretaria de Estado de Educação informa que, “até o momento, nenhuma escola precisou ser fechada na região. As aulas seguem normalmente”. A pasta destaca que acompanha os registros feitos pelas unidades escolares através do Registro de Violência Escolar (RVE), ferramenta que mapeia casos como o desta quarta-feira.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.