Jornal Povo

Intolerância religiosa: Unidos em prol da mudança

Ivanir conversando com público presente (Foto: Rozangela Silva)

Em um encontro que reuniu cerca de 200 pessoas no IFCS, localizado Centro do Rio, lideranças e intelectuais discutiram maneiras de acabar com os ataques as comunidades de Terreiro e o racismo existente no estado.

Na semana passada (31/05) o Prof. Dr. Ivanir do Santos, juntamente com o procurador da República Federal (MPF), Sr. Júlio José Araújo Júnior, estiveram reunidos com o Governado Wilson Witzel. Na ocasião, o responsável pelo estado pediu que lhe encaminhassem soluções para os casos de intolerância existentes.

Líderes de diversas religiões (espíritas, budistas, católicos, protestantes, judeus, muçulmanos, evangélicos e ciganos) chegaram a um senso comum e estão preparando o documento para que o mesmo seja entregue nas mãos do poder público estadual.

O presidente da CCIR, Ivanir dos Santos, comemorou o resultado do encontro e afirmou que é necessário uma visão mais ampla por parte de todos nós.

Acredito que esse é um passo extremamente importante, pois além de buscar estratégias junto aos órgãos públicos responsáveis, estamos mostrando à sociedade que a intolerância religiosa é uma questão de todos. Ela, a intolerância, não pode ser lida e colocada como um problema dos grupos religiosos que estão passando pelo caso de intolerância. Atestou o Bàbálawo Ivanir dos Santos.

A reunião foi sugerida pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) e contou com a colaboração jornalística da mídia Agen Afro, que atua diretamente com o público que sofre os ataques.

Foram 38 episódios de intolerância, somente no primeiro semestre. Principalmente na Baixada Fluminense.

Contato Bàbá Joaquim D’Ògún

(21) 96991-4004
instagram.com/mejiomiodara
facebook.com/mejiomiodara
[email protected]

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.