Escolas de samba do RJ discutem alternativas de captação para o carnaval 2020

Representantes das escolas de samba do RJ discutiram, em uma reunião plenária na noite desta quarta-feira, novas formas de captar dinheiro para o carnaval de 2020. 

Na semana passada, o prefeito Marcelo Crivella afirmou que as agremiações que desfilam na Marquês de Sapucaí não receberão mais subsídios do município – a subvenção chegou a ser de R$ 2 milhões na gestão de Eduardo Paes e caiu a R$ 500 mil este ano.

O presidente da Liga, Jorge Castanheira, disse que o governador Wilson Witzel pode ajudar na busca por patrocinadores através da Lei de Incentivo à Cultura.

“O secretário estadual de Cultura [Ruan Lira] veio trazer mensagem do governador dizendo que continuará apoiando os desfiles das escolas de samba”, explicou Castanheira.

“O estado pretende fazer esse entrosamento com o município para aprimorar o carnaval das escolas de samba”, emendou.

A cessão do Sambódromo para o governo do estado também foi discutida na plenária.

“É óbvio que isso ainda está sendo definido. Nós estamos esperando que isso se resolva”, pontuou.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by