Bombeiros reforçam Operação Verão para evitar afogamentos nas praias no Rio

O Corpo de Bombeiros reforçou o efetivo para a Operação Verão 2020 no Rio. O objetivo é evitar o afogamento de banhistas. Outra medida da corporação foi estabelecer novas sinalizações nas praias para alerta aos banhistas.

Até março, mais de 1,3 mil guarda-vidas vão se revezar na orla fluminense – um reforço de cerca de 50% no efetivo – intensificando o monitoramento das praias e o socorro às vítimas. Eles contam com novos equipamentos adquiridos pelo Corpo de Bombeiros, como um helicóptero com piloto automático, motos aquáticas e quadriciclos, entre outros.

Outra novidade da Operação Verão 2020 são as bandeiras de sinalização adotadas pelos bombeiros. Com novo layout e cores diferentes, elas alertam aos banhistas sobre os riscos de afogamento e sobre a presença de animais marinhos na região.

  • Bandeira vermelha – alto risco de afogamento
  • Bandeira amarela – médio risco de afogamento
  • Bandeira verde – baixo risco de afogamento
  • Bandeira roxa – presença de animais marinhos

Quase 12 mil salvamentos

Em 2019, o Corpo de Bombeiros realizou quase 12 mil salvamentos no mar em todo o estado. Segundo a corporação, a maioria dos afogamentos acontece no verão, quando as temperaturas sobem e há expressivo aumento do número de frequentadores nas praias do estado.

Um ranking divulgado pelos bombeiros revela que as praias da Zona Sul do Rio são recordistas no número de resgates no mar: foram quase 2,7 mil casos ao longo do ano. Veja abaixo as dez unidades dos bombeiros com os maiores números de resgate:

  1. Copacabana: 2688 salvamentos
  2. Cabo Frio: 2047 salvamentos
  3. Itaipu: 1887 salvamentos
  4. Recreio: 1801 salvamentos
  5. Barra da Tijuca: 784 salvamentos
  6. Barra de Guaratiba: 599 salvamentos
  7. Rio Das Ostras: 566 salvamentos
  8. Macaé: 459 salvamentos
  9. Sepetiba: 449 salvamentos
  10. Paraty: 395 salvamentos

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by