Jornal Povo

Cadeirante morre após ser baleado na cabeça na Vila Kennedy

Um cadeirante foi baleado na cabeça e morreu na manhã desta sexta-feira (6) em uma praça da Vila Kennedy, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

A vítima foi identificada apenas como Alexandre e morava em uma pensão. Ele chegou a ser levado pela Polícia Militar para o Hospital Albert Schweitzer, mas não resistiu.

Segundo testemunhas, ele foi baleado durante uma operação da PM, que aconteceu nesta manhã no local. A polícia esteve também em outras comunidades da Região Metropolitana do Rio.

Na capital, as ações aconteceram nos seguintes locais: Serrinha, Providência, Acari, Chapadão, Vila Kennedy e Cidade de Deus.

Na Baixada Fluminense, a polícia esteve em Mesquita e Belford Roxo, além de São Gonçalo, na Região Metropolitana.

Suspeito morto em Mesquita

Na Cidade de Deus, os moradores acordaram com o barulho de tiros.

Na Chatuba, em Mesquita, um suspeito morreu durante uma troca de tiros com policiais.

Em Belford Roxo, a PM fez uma varredura a pé, à procura de bandidos. Uma barricada de concreto foi encontrada próximo ao ponto de venda de drogas.

Cinco carros roubados foram recuperados. Os policiais também chegaram a um local de desmanche, onde foi encontrada grande quantidade de peças.

No Morro da Providência, no Centro do Rio, a troca de tiros chegou a interromper a circulação da linha 3 do VLT, e a linha 2 operou apenas entre a Saara e a Praça XV. A operação na linha 1, que liga o Aeroporto Santos Dumont à Praia Formosa, não chegou a ser afetada.

Na Serrinha, em Madureira, também houve tiroteio e em um dos acessos da comunidade, onde havia uma barricada, bandidos atearam fogo em pneus.

No Chapadão, a PM montou uma base de comando. Blindados foram usados durante a ação na região.

Operações da Polícia Civil

Além da PM, a Polícia Civil também fez duas operações nesta sexta-feira (6).

A Operação Golden Bridge aconteceu na comunidade Cerro Córa, no Cosme Velho, onde um suspeito, ainda não identificado, foi morto. O objetivo era localizar receptadores que anunciavam produtos roubados, sobretudo de ouro, no WhatsApp.

A outra ação foi para prender suspeitos de roubar petróleo e derivados de dutos no RJ. Duas pessoas foram presas, entre elas o homem apontado como líder do grupo, encontrado em Vila Velha, no Espírito Santo.

A operação, batizada de Mapuche II, foi comandada pela Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD).

Via: G1

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.