Secretária de Saúde de Japeri é afastada após instigação que apontou compra de respiradores superfaturados

Rombo nos cofres públicos chegou a R$ 2 milhões, de acordo com levantamento da PF.

Rozilene Souza Moraes dos Anjos, secretária de saúde do prefeito de Japeri, Cesar Melo, foi afastada nesta terça-feira (6) do cargo após uma da operação Apneuse, da Polícia Federal, que apura a compra de respiradores com valores superfaturados.

As investigações começaram em junho deste ano. Segundo relatório da PF, foi contabilizado um rombo de pelo menos R$ 2 milhões aos cofres públicos. O pedido de afastamento do cargo de secretária de saúde da prefeitura de Japeri e s mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 3ª Vara Federal de São João de Meriti, nos municípios de Japeri e Nova Iguaçu.

Além da Polícia Federal, o Ministério Público Federal, da Controladoria-Geral da União (CGU) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Sem hospital público na cidade

A cidade de Japeri tem mais de cem mil habitantes e ainda não possui um hospital público. O que se tem na região é uma policlínica sem leitos de UTI e muito criticada pela população pelo atendimento e falta de outros serviços. Em alguns casos, os pacientes precisam buscar ajuda em outro município. Além disso, Japeri tem um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado, com pessoas vivendo em condições miseráveis.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by